Jornal Resenhas News

MENU
Logo
Wednesday, 21 de February de 2024
Publicidade
Publicidade

Esportes

Brasileirão 2023: listamos 20 jovens jogadores para você ficar de olho

Andrey, Endrick, Matheus França e Pedro encabeçam lista de jovens atletas que estão em crescente e devem chamar a atenção na Série A

94
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Andrey, Endrick, Matheus França e Pedro estão em crescente no futebol brasileiro após chamarem a atenção nas categorias de base e começarem a virar realidade no profissional dos respectivos clubes - com VascoPalmeirasFlamengo e Corinthians. O quarteto, contudo, não está isolado.

Às vésperas da Série A do Brasileiro, traçamos uma lista com 20 jovens jogadores promissores para ficar de olho em 2023.

Atlético-MG: Rubens, de 21 anos

 

O ano de 2023 pode ser o de consolidação do talento de Rubens, que começa a temporada sendo mais utilizado na lateral esquerda, mas com a volta de Arana, pode voltar a ser usado no meio-campo. Com grande potencial, Rubens já vem aparecendo no elenco principal desde 2020 e sempre evoluindo.

América-MG: Adyson, de 17 anos

 

Com a saída do lateral-direito Arthur, maior promessa da base do América-MG, a expectativa recai sobre o atacante Adyson, um dos destaques no vice-campeonato da Copinha deste ano e jogador jovem que mais recebeu oportunidades com o técnico Mancini na temporada.

Athletico-PR: Renan Viana, de 20 anos

 

Não é novidade para ninguém que o jogador jovem e mais talentoso do Athletico é Vitor Roque, de 18 anos. Mas esse todo mundo conhece. Então chamamos a atenção para Renan Viana, que pode pintar como novidade neste Brasileirão. O atacante fez parte do grupo campeão sul-americano Sub-20 com a Seleção Brasileira e sempre se destacou na base do Furacão. Pode ganhar espaço no elenco principal.

Bahia: Marcos Victor, de 21 anos... ou Kayky, de 19

 

Marcos Victor demonstrou muita segurança na zaga e foi um dos destaques do Bahia neste início de ano. No entanto, sofreu uma lesão ligamentar na final do Estadual e ainda não tem previsão de volta - ou determinação do curso de tratamento. Diante disso, outro nome seria o atacante Kayky. O ex-Manchester City ainda não correspondeu, mas ainda é novo e espera-se que possa responder melhor.

Botafogo: Matheus Nascimento, de 19 anos

 

Em sua terceira temporada no time profissional, Matheus Nascimento ainda é muito jovem. Começou a aparecer aos 16 anos de idade, cheio de virtudes e potencial, mas, com muita oscilação, ainda não se firmou. Mesmo que não se torne titular da equipe, é esperado que em 2023 o centroavante possa dar um salto de qualidade e ganhar maior regularidade em seu rendimento.

Bragantino: Bruninho, de 20 anos

 

Destaque desde a base do Bragantino, o atacante Bruninho vem em um ótimo começo de ano em uma equipe recheada de jovens talentosos. Fez quatro gols e deu duas assistências. Meia-atacante chegou a ser apontado pelo jornal inglês The Guardian como uma das 60 melhores joias nascidas em 2003 e na Copinha de 2020 recebeu uma ligação de Vinicius Junior após um golaço marcado.

Corinthians: Pedro, de 17 anos

 

Apesar de reserva, foi um dos destaques do título sul-americano da Seleção Brasileira Sub-20 esse ano, sempre entrando bem e elevando o nível do ataque da equipe. Apesar da pouca idade e da baixa rodagem na equipe principal, tem ótimo potencial de crescimento já nessa temporada.

Coritiba: Kaio César, de 19 anos

 

Atacante de lado de campo e formado na base do Coxa - onde está desde os 14 anos -, o garoto vem ganhando espaço e aproveitando cada momento nesse início de ano, com gols e belas jogadas. Não à toa, ao fim do ano passado, o Coritiba renovou contrato do atleta - alterando cláusulas de prorrogação automática e prevendo uma multa maior até 2024.

Cruzeiro: Kaiki, de 20 anos

 

Lateral-esquerdo bastante promissor, grande destaque na base da equipe mineira e ganhando espaço no elenco principal, Kaiki passou a ter a concorrência de Marlon na reta final do Estadual na posição, mas ainda assim deve se tornar muito útil ao longo do Brasileirão.

Cuiabá: Rikelme, de 19 anos

 

O meia se destacou no título de campeão no Brasileirão de Aspirantes do Cuiabá no ano passado e na Copinha deste ano, marcando quatro gols em cinco jogos. Na última quinta-feira, foi convocado para defender a seleção brasileira sub-20 em amistosos na Espanha - substituindo justamente Kaiki, do Cruzeiro. Tornou-se o primeiro atleta na história do clube a ser convocado pelo Brasil.

Flamengo: Matheus França, de 19 anos

 

O jovem meia rubro-negro segue ganhando protagonismo nesse início de ano. Na base sempre foi precoce e se mostrava bem acima da média para sua idade, agora com 19 anos, e a expectativa gerada para sua participação no time profissional pode começar a ser cumprida em 2023.

Fluminense: Alexsander, de 19 anos

 

Xerém produz tanto talento que é até difícil apontar uma possível revelação no clube já que todo jovem jogador no Fluminense já tem status de "jogador rodado". Nesta temporada, as atenções estão voltadas para Alexsander, de 19 anos, que tem atuado como meia e lateral-esquerdo. Ele tem boa relação com Marcelo - titular da posição - e conquistou o Sul-Americano Sub-20 com a seleção.

 

Fortaleza: Hércules, de 22 anos

 

O meia surgiu na equipe na temporada passada, mas está ganhando protagonismo esse ano acumulando grandes atuações nos primeiros meses de 2023. Ele havia chegado inicialmente por empréstimo do Atlético-CE, destacou-se pelo Brasileiro de Aspirantes e teve 50% dos direitos comprados pelo Fortaleza por R$ 250 mil.

Goiás: Wendell, de 19 anos

 

Semifinalista da Copinha deste ano, o Goiás vem usando alguns dos destaques do Sub-20 em seu elenco principal e Wendell foi o que teve maior espaço com o técnico Guto Ferreira. Atacante de velocidade e iniciativa de jogo, o garoto vem agradando o comandante nesse início de temporada.

Grêmio: Gabriel Silva, de 20 anos

 

Já merecia ter tido mais espaço na equipe do ano passado e a concorrência aumentou com o elenco mais qualificado em 2023. Mesmo assim, é possível que Gabriel chame a atenção com seu talento quando a oportunidade aparecer. Costuma jogar pelos lados do campo.

Internacional: Matheus Dias, de 20 anos

 

Um dos bons jogadores do Inter nesse início de ano é formado na base colorada. O volante Matheus Dias tem sido um dos destaques da equipe, passado segurança e vem ganhando a confiança de Mano Menezes e do torcedor.

Palmeiras: Endrick, de 16 anos

 

Dono da base que mais revela talentos no futebol brasileiro atualmente, o Palmeiras tem jovens bastante promissores em seu elenco principal. Entre eles, aparece Endrick: o mais completo e de maior potencial, porém lembrando que tem apenas 16 anos. De menor repercussão nacional... há ainda Giovani, de 19, que sempre se destacou na base e pode ganhar mais espaço.

São Paulo: Beraldo, de 19 anos

 

As inúmeras lesões de jogadores importantes no elenco são-paulino acabaram abrindo espaço para o jovem Lucas Beraldo antes do previsto e ele deu conta do recado. Fez um Paulistão seguro e confirmou a expectativa criada por seu desempenho na base do clube.

Santos: Miguelito, de 18 anos

 

Meia que vem chamando a atenção no Santos, mas que ainda teve pouco espaço no time principal. Miguelito já chama a atenção em seu país e iniciou o ciclo para a Copa do Mundo de 2026 ganhando a titularidade nos primeiros amistosos da seleção da Bolívia.

Vasco: Andrey, de 18 anos

 

Apesar dá pouca idade, Andrey assumiu o papel de protagonista no acesso do Vasco na Série B do ano passado e no título sul-americano sub-20 da Seleção Brasileira no início desta temporada. Já negociado com o Chelsea, Andrey permanece no Vasco e seu imenso talento deve ajudar o time cruz-maltino no Brasileirão.

 

 
 
 

Fonte/Créditos: ge.globo.com

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )